Ar Comprimido - CO2

Todos nós sabemos como é útil para diminuir a pressão dos pneus na areia ou pedra. O problema é que, ao regressar à estrada os riscos envolvidos quando circulando a baixas pressões, pode ser elevado. Também sabemos o quão prático seria ter uma pistola de ar comprimido quando se muda um pneu ou desapertar uma porca e ainda mais quando o factor tempo é importante.

Estas situações podem ser contempladas com um sistema de ar comprimido. Eles são de vários tipos. O motor e depósito, sistema de ar a bordo (OBA por sua sigla em Inglês) e o sistema de CO2.

Neste post vou explicar uma forma fácil e económica para construir um kit de CO2 para uso campista, na garagem ou no todo-o-terreno.

O conceito é simples: CO2 (dióxido de carbono) é armazenado num deposito metálico no estado líquido e em baixa pressão. Quando libertado, tem a propriedade de evaporação, gerando uma pressão que é controlada utilizando um regulador. Assim que chegar a 700-800psi o processo evaporativo pára até que a pressão do gás seja aliviada e volta a reiniciar o processo.

Primeiro vamos esclarecer alguns pontos sobre as características e vantagens da utilização de um sistema de CO2 contra um deposito tradicional ou OBA:
  • Um sistema de CO2 tem as mesmas características de um sistema de ar comprimido, e consiste apenas em um cilindro metálico e um regulador de pressão.
  • Permite o uso de ferramentas pneumáticas
  • Fornece a mesma potência e velocidade do que qualquer motor de compressor e custa menos do que muitos compressores de ar para serviços pesados

  • e 12 volts.
  • É capaz de encher um pneu de 33” em menos de um minuto.
  • O CO2 não é tóxico, corrosivo e não é totalmente inerte (não inflamável).
  • É muito portátil, pode ser levado para locais de difícil acesso.
  • A recarga é barata e simples.
  • O transporte de CO2 não é perigoso.
  • É muito mais eficiente do que um depósito de ar comprimido.
Como construir o Kit de CO2
Material:
Uma botija: Podemos comprá-la em fornecedores de equipamentos de soldagem, extintores de incêndio ou restaurantes. Para a preparação do kit de CO2 podem usar um extintor de 6 quilos, mas podem usar outros de diferentes capacidades e até mesmo botijas, a autonomia depende dos quilos de CO2 armazenados e da pressão. 

Um regulador de CO2: Existem no mercado dois tipos de reguladores, fixos e ajustáveis. Para uso em expedições, o mais conveniente será um de pressão fixa (por causa de sua simplicidade, custo e menos partes móveis) de 80-100 PSI, e que será mais do que suficiente para encher os pneus rapidamente e “alimentar” ferramentas de ar comprimido (estas danificam-se se operadas a mais de 120 psi).
O regulador deve ser o indicado para o depósito, deve-se usar fita teflon nas roscas para obter uma melhor estanquecidade.

Versão final: Na imagem abaixo poderemos ver já o kit montado, julgo que não são necessários mais esclarecimentos.


Melhoramentos:
Para podermos usar este kit, sem qualquer tipo de melhoramento, devemos ter em atenção de que se deverá usar o depósito na vertical (válvula para cima) ou com uma inclinação máxima de 30º

Para se montar o kit na horizontal, útil para soluções fixas, deve-se fazer a seguinte alteração:

1 - Desapertar a torneira, tendo em atenção que que não existe pressão dentro do depósito!



2 - Usar tubo de cobre e cortar de acordo como indicado e com dimensões que se aproximem da imagem abaixo e apertar na base da torneira (dependendo dos modelos, pode ser necessário roscar a o orifício da mesma). Para bom entendedor, não são necessárias mais palavras.



4 - Fazer uma marca para se saber em que direcção esta a extremidade do tubo de cobre, e apertar o conjunto.




E pronto já não existem limites para a sua utilização.

Suportes/fixação:
Existem muitos tipos no mercado, tudo depende de onde se vai colocar o Kit de CO2 e como. Abaixo deixo alguns exemplos:

Localização:
A localização, fica ao critério dos pandistas, se bem que existem dois locais de referência; a mala e se usarem grade de tecto podem fixar lá, por exemplo de um lado o Kit de CO2 e do outro o extintor.

Acessórios:
Existe um sem fim de acessórios que se pode usar. Abaixo deixo alguns exemplos:

 

Segurança:
  • A mangueira a utilizar deve ter uma pressão de trabalho nunca inferior a 200PSI.
  • O Kit de CO2 deve ser manuseado com o mesmo cuidado como qualquer outro recipiente pressurizado, protegendo-o de quedas e colisões.
  • Deve-se usar sempre luvas no seu manuseio.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Caneta para Teste de Polaridade (12V)

Aplicação de Copo de Lubrificação nas ponteiras da direcção

Módulo de Ignição Electrónica (Platinado Electrónico)