Isolar componentes eléctricos do motor

Vê-se frequentemente alguns pandas com snorkel, mas por vezes os seus proprietários esquecem-se de isolar os componentes eléctricos do motor, tornando o uso do snorkel apenas estético!
Abaixo irei descrever algumas soluções para isolar os componentes eléctricos de forma fácil e relativamente barata.


A solução simples e básica:
Segundo alguns pandistas da velha guarda, basta “encharcar” o distribuidor e velas com Redex Bala. Atenção que convém, deixar secar, caso contrário pode incendiar.


A solução simples e barata:

Distribuidor
Esta técnica é mais barata, mais simples que vedar o distribuidor com silicone ou “fita isolante liquida”, e a grande vantagem é se, em um percurso necessitarmos efectuar manutenção no distribuidor, basta soltar a luva da base do distribuidor, fazer a manutenção necessária, prende-la novamente e continuamos com o distribuidor vedado para o resto do percurso.
Utiliza-se uma luva de borracha, das que são vendidas em casas de materiais de construção, (a luva forrada é mais resistente).
Faz-se um furo pequeno na ponta dos dedos da luva, e passa-se os cabos das velas por eles. Com o punho da luva cobre-se todo o distribuidor.
Passe algumas voltas de “Duct Tape” (também há quem lhe chame fita americana) ou fita isoladora em cada fio, cobrindo uns 3 centímetros do fio e mais uns 3 centímetros da luva. Pode-se também usar silicone na junção do fio com a luva tornando a vedação mais eficiente. Procede-se da mesma forma no punho da luva com o distribuidor.

Bobina
Utiliza-se a outra luva para proteger a bobina, ou se preferirmos utilizamos a coifa de borracha que protege a bobina do Fiat 147.
Uma boa solução é, se possível, passar a bobina para dentro do carro, tendo o cuidado de não deixar perto de lugares onde alguém possa acidentalmente tocar, bater ou encostar algum objecto. Mas também deve ser um lugar de fácil acesso para manutenção.

Velas
Para protegermos as velas, utiliza-se o cachimbo de vela da moto Honda XL 250R.


A solução mais técnica, cara e duradoura:

Material

  • Um tubo de borracha de silicone 300gr com aplicador;
  • 2 metros de tubo de combustível, de borracha com tecido por cima, com 5mm de diâmetro interno.
Distribuidor

1 - Retira-se o distribuidor, tendo o cuidado em observar a posição do eixo do rotor e do corpo do distribuidor, faz-se umas marcas.

2 - Retira-se a tampa e faz-se um furo, de 3 a 5 mm, na parte entre os engates dos cabos de vela que ficarem mais para cima.

3 - Limpa-se o distribuidor por dentro e por fora, inclusive os contactos eléctricos.

4 - Antes de colocarmos a tampa, coloca-se uma pequena camada de borracha de silicone na borda da tampa.

5 - Fecha-se tudo.

6 - À volta do encaixe da tampa coloca-se uma camada de borracha de silicone de borracha com cerca de 0,5cm de espessura, formando uma espécie de cinta à volta com uns 3 a 5cm de largura.

7 - Veda-se também o avanço a vácuo e todos os parafusos/entradas que houver no distribuidor. Absolutamente tudo! Não poupe no silicone.

8 - Encaixa-se os cabos de vela e em cada cabo coloca-se uma camada envolvendo desde o cabo até o corpo do distribuidor.

9 - Coloca-se o tubo de borracha sobre o furo e usa-se o silicone para fixá-lo. Direccione o tubo para cima.

10 - Deixe secar tudo e coloque o distribuidor no lugar, verificando a correta posição do eixo do rotor e do corpo, pelas marcas que fizemos anteriormente.

11 - Liga-se o carro e ajusta-se o ponto se precisar.

12 - O tubo instalado no distribuidor pode ser colocado dentro do veículo. Este serve de respiro, evitando condensação dentro do distribuidor. Se não for colocado este respiro, assim que o distribuidor quente mergulhar em água fria, a humidade interna condensa-se imediatamente, anulando todo o trabalho em isolar o distribuidor.

Bobina

1- Coloca-se também silicone nos contactos da bobina e no encaixe do cabo, do mesmo modo que foi feito no distribuidor, ou alongue os cabos da bobina e coloque-a dentro do carro.

Com este isolamento distribuidor trabalha até submerso.

Pode-se melhorar todo o conjunto colocando cachimbos de vela da moto Honda XL 250R e  a coifa de borracha que protege a bobina do Fiat 147.

Se for necessário abrir o distribuidor, é só puxar com força que o silicone rompe-se. O ideal é passar uma fina camada nesta ruptura antes de se voltar a colocar, num percurso aonde não se tenha borracha de silicone à mão, não há problema. Coloca-se tudo na mesma que vai continuar a funcionar.

Uma variante desta solução é substituir a borracha de silicone por fita isolante liquida, esta é de mais fácil aplicação, por pincel, e depois de seca fica como borracha, não se soltando com a mesma facilidade que o silicone.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Caneta para Teste de Polaridade (12V)

Módulo de Ignição Electrónica (Platinado Electrónico)

Aplicação de Copo de Lubrificação nas ponteiras da direcção